top of page
IMG_2024_04_08-17_19_50_5740_CD55471F.jpg

O reconhecimento internacional de Clara Haddad, multifacetada artista da palavra luso-brasileira foi consagrado em 2015, na Bélgica, onde foi eleita a melhor narradora de Língua Portuguesa da Europa. Em 2020, sua notável contribuição no campo da narração e mediação de leitura foi reconhecida com o Troféu Baobá, o "Óscar brasileiro " nesse setor. Em 2023, como produtora e coorganizadora do Festival da Criança Portugal, seu comprometimento com a promoção da literatura infantil e juvenil foi reconhecido com a nomeação no prestigioso Iberian Festival Awards na categoria “melhor festival infantil e acadêmico de 2024.

Quem sou eu?
 

Nasci em São Paulo, Brasil 1975 sob o signo de gêmeos, tenho nacionalidade portuguesa e brasileira, ascendência sírio-libanesa e holandesa. Sou multicultural e isso contribui muito para o meu trabalho. 

Sou formada em "Artes Cênicas- Interpretação" pelo Teatro Escola Macunaíma, "Interpretação para TV- Cinema" no Stúdio Fátima Toledo, "Edição de Livros" pela Casa Educação e Biblioterapia pela Fundação Observatório do Livro  e Leitura e pela Book Therapy.

​Possuo vasta experiência e knowhow de mais de 3 décadas na área artística, sou uma artista da palavra com muita honra e orgulho.

​​​

​Em 1998 comecei a fazer uma transição de carreira, segui o que meu coração pedia e decidi me dedicar exclusivamente à narração oral. Foi um processo bonito e intenso.

Em 2006, criei a iniciativa «Escola de Narração Oral Itinerante», um projeto inovador com sede na cidade do Porto. Pelo projeto da escola já formei mais de 4.500 alunos em mais de 10 países. E mais de 50 mil pessoas em inúmeras iniciativas como palestras e congressos pelo mundo. Fui formadora convidada, no âmbito de pós-graduação e mestrado, da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto na disciplina “Gestão e Animação de Leitura” e no Mestrado de Literatura Infantil e Juvenil organizado por El Banco del Libro da Venezuela.

Na área da literatura me dedico ao universo infantojuvenil mas também escrevo histórias personalizadas para eventos e casamentos com histórias.

Sou autora dos livros: 1-« A Velhinha e o Porco» publicado no Brasil em 2023, 2-«O que é que o crocodilo come ao meio-dia» publicado em Portugal (2020) e no Brasil (2021), 3-«A Narradora de Histórias e outros contos de encantar» publicado em Portugal (2018), estes livros foram selecionados para o acervo inicial da educação infantil, acervo complementar da educação infantil e acervo complementar do ensino fundamental do programa “Minha Biblioteca” da Prefeitura de São Paulo.

4-«Poeira das Estrelas» publicado em Portugal (2017) e no Brasil (2018) - este livro foi escolhido para integrar o acervo básico da infância 2019 pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil FNLIJ. Sou coautora do premiado livro «Histórias de quem conta histórias» publicado em 2010- este livro está em várias listas de altamente recomendável, obteve a maior distribuição feita pelo Programa Nacional de Biblioteca na Escola (PNBE 2012) e foi escolhido para representar o Brasil, no catálogo brasileiro da feira internacional do livro infantil em Bolonha-Itália em 2011 e 2012, a maior feira mundial da área infantojuvenil.

Fundei, formalmente em 2013, a Fábrica das Histórias Associação Cultural e Editora cujas iniciativas já aconteciam desde 2006 e são relacionadas à narração oral, literatura, ilustração, livro e a leitura.​ Sou consultora de diversos projetos e presto consultoria em ambiente corporativo e para profissionais liberais e empresários que em sua vida profissional necessitam falar para audiências e saber desenvolver um discurso coeso, criativo e interessante. Dentre os clientes destacam-se: IBM Brasil, SESC, SENAC, Instituto Trilha Arte e Educação, CRPG-Centro de Reabilitação Profissional de Gaia, Boticário, APHCH-Associação Portuguesa de Hipnose Clínica e Hipnoanálise, Ordem dos Engenheiros de Coimbra, Clube EDP, entre outros.

​Já narrei para mais de 500 mil pessoas, no Brasil e no exterior. Ao longo da minha trajetória tive a honra de ser a primeira narradora a contar histórias no Santuário de Machú Picchu no Perú e a honra de ser a primeira narradora de língua portuguesa a ser convidada a contar no «Festival Alden Biesen» na Bélgica em 2009- um dos festivais mais importantes e antigo da Europa.  Em 2015, neste mesmo festival, fui distinguida como a melhor narradora de língua portuguesa da Europa. Em 2020, ganhei o Troféu Baobá de Literatura- considerado o Óscar da narração de histórias brasileiro, que destaca escritores e contadores de histórias com trabalho relevante na área. Em 2023, fui coorganizadora da edição especial do Festival da Criança Portugal, um evento onde comemorei 25 anos de carreira como narradora. Esta edição está entre os eventos finalistas do Iberian Awards Festival 2024  como melhor festival infantil e acadèmico.

Ensino as pessoas a encontrarem a sua voz como narradores valorizando seu estilo e marca pessoal. Ajudo profissionais de diversas áreas a comunicar de maneira eficaz, empática e carismática.


​E assim vou construindo a minha história, semeando afetos, oferecendo o meu conhecimento e partilhando saberes com quem tem o desejo de seguir este caminho "das palavras"

Triângulos de papel

Como me tornei narradora?
(um pouco da minha história)

biblipo bibliotecas (Capa para Facebook) (Foto de capa para Facebook para campanha de arre

Nasci numa madrugada de outono na cidade de São Paulo, Brasil, numa família com uma mistura de sotaques e culturas.

Tenho por parte de pai ascendência sírio-libanesa e por parte de mãe holandesa e brasileira. Adquiri a nacionalidade portuguesa em 2006 por amor ao país e por me sentir parte desta terra.

Eu narro desde muito pequenina, eu sempre gostei de falar e fabular sobre tudo. Sou muito observadora. Gostava também de ler e lia tudo o que caía em minhas mãos. Minha avó Marta (Tafquira) foi minha grande inspiração. Era uma grande narradora de histórias, nascida no berço da cultura libanesa.

Através dela tive o meu primeiro contato com os contos da tradição oral. Foi aí o início. O embrião. Quando eu era pequena ouvia e contava muitas histórias, mas naquela altura da vida não tinha intenção nenhuma de tornar-me contadora de histórias profissional.

Minha avó dizia que contar histórias é uma função social, uma dádiva, uma missão e cresci acreditando nisso! Para mim, sempre foi algo completamente natural. Era algo familiar. Contudo, minha vida sempre foi pautada pela arte e pelo desporto. Meu sonho e meu caminho de vida na infância era ser atleta de alta competição de ginástica artística, treinei no Centro Olímpico em São Paulo durante anos a fio, optei por sair para seguir outros caminhos e mais tarde me formei em Educação Física, no entanto, nunca deixei a arte, era como ar para mim, um momento de respirar, de ser…

Comecei a trabalhar profissionalmente na área artística em 1994 com o teatro profissional e como coreógrafa. Fiz muitos trabalhos maravilhosos e conheci pessoas espetaculares, que guardo com carinho no coração. Entretanto, por mais que gostasse de tudo, parecia que faltava algo em mim. Era sim arte que queria para minha vida, mas de que forma ela seria feita? Para quem? Como? Isso era uma inquietude.

A grande virada na vida, profissional e pessoal, foi uma resolução de fim de ano. Estava na área da Educação Física e ao mesmo tempo vivia a azáfama do teatro, das produções em São Paulo, eu me dividia em mil, para conseguir cumprir e fazer tudo, porque a vida como personal trainer e a vida como atriz, tem horários completamente distintos e, ainda por cima, estava com a inquietude das histórias em mim. Busquei relembrar os contos que ouvia na minha infância, fiz um mergulho profundo nas minhas origens ancestrais, pesquisei em família, pesquisei fora, li, reli… li muito mais ainda… e voltei a contar com mais regularidade em família e para os amigos. Pouco a pouco fui trilhando meu caminho e construindo a minha história de vida que é cheia de desafios, reviravoltas, alegrias e muita emoção. Não trocaria por nada a minha história! Tudo o que aprendi e vivi ao longo desses anos e tudo o que ainda tenho que aprender, são partes essenciais de um caminho. Afinal, cada página da nossa vida é construída no dia-a-dia e estou e estarei sempre aberta e disponível para ser e fazer mais e melhor.

E agora que já conhece um pouco da minha trajetória artística e sobre a minha história como posso te ajudar?

Meu trabalho funciona em vários formatos para que você possa escolher o tipo de ajuda mais adequada ao seu momento, às suas necessidades e ao seu estilo de aprendizagem.

Tenho diversas formações online – e essa é a maneira mais prática, rápida e acessível de dividir meu conhecimento com você e te ajudar a encontrar a tua voz genuína, autêntica e a mudar seus resultados como artista da palavra e mediador de leitura- e presenciais organizadas por mim ou em bibliotecas e casas de cultura que me contratam em todo país e estrangeiro.

 

As mentorias (consultoria individual) são mediante consulta de agenda e preços, são para quem quer um atendimento personalizado e direcionado para atingir mais rapidamente seus objetivos.

As sessões de biblioterapia de desenvolvimento podem ser individuais ou em grupo e a marcação pode ser realizada no site. 

Os espetáculos e apresentações de livros em escolas, festivais e espaços culturais estão disponíveis para marcação. Solicite um orçamento e consulte a disponibilidade de data. 

Algumas iniciativas tem a versão presencial e on-line.

Já as celebrações de casamento com histórias e eventos personalizados devem ser marcados com antecedência mínima de 4 meses. 

Consultoria para publicação de livros, leitura crítica de originais, entre outros serviços deve solicitar um orçamento para o e-mail info@clarahaddad.com

Terei imensa alegria em contribuir com a tua trajetória. Conte comigo!

Um abraço de contos,

Clara Haddad

biblipo bibliotecas (Capa para Facebook) (Foto de capa para Facebook para campanha de arre
bottom of page